Keblinger

Keblinger

Adão e Eva... maçãs do amor!

| quarta-feira, 10 de agosto de 2011


Vontade de te abraçar apertado e dizer mordendo tua orelha, que te amo, bem baixinho, pra não espantar os passarinhos... [Du]

Que voem os passarinhos, pois já é dia claro... Leonardo Zaqueu

Mesmo que noite fosse, falaria-mansinho... "te quero, quietinho..." [Du]

Esta noite já se foi...sim, falaste de mansinho...
mas não me quiseste quietinho. Leonardo Zaqueu

Não mesmo... te queria gatinho, ronronando em meu peito, fazendo carinho no leito. Silêncios vem e vão, coração... [Du]

Silêncios cortam os sons dos amantes,
partem pelo meio exato,
cada pão-palavra que entregam-se:
boca de um é boca do outro. Leonardo Zaqueu

Partilha exata de bem-querer-conhecer. Quando o pão acaba, resta o vinho, carinho. [Du]

Ainda há vinho, nem preciso encantar a água.
Só multiplicar o pão é bem mais fácil:
milagre-ousadia de aprender te amar. Leonardo Zaqueu

Ousadia é te aprender-conviver-amanhece​r. Covardia não querer... [Du]

Dia claro, dão-se as mãos, têm passarinhos voando no olhar.
O que virá agora? Como será? Que importa?
É a manhã do primeiro dia...o mundo começou. Leonardo Zaqueu

O que importa? A cor dada não sonha mais. Vive em nós. Mãos-laços-entrelaçados em comunhão. Sacramentada união. [Du]

Tendo criado o primeiro dia , Ela e Ele viram que era bom, muuuito bom! Leonardo Zaqueu

Adão e Eva... maçãs do amor. [Du]

Nhac...amém(o-nos). Leonardo Zaqueu

Smaaack!!! [Du]

Imagem daqui

2 comentários:

{ Solange Maia } at: 12 de agosto de 2011 16:34 disse...

essas conversas duram para sempre...

que lindo !!!

beijo carinhoso

{ Du } at: 13 de agosto de 2011 23:41 disse...

Amém! (e obrigada!)
Seja sempre bem-vinda aqui!

 
Customizado por Dulce Miller

Copyright © 2010 Nostra Dolce Vita