Keblinger

Keblinger

Em mim... by @suzannamartins

| segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Estás tão longe de mim, mas mesmo fora,
a tua alma que um dia julguei minha,
mora na calma de nossa cumplicidade.
E eu, que outrora, quis ser apenas sua,
sem falsas máscaras ou disfarces sedutores,
encontro-me perdida no meio das palavras abertas
e dos sorrisos absortos...

Sei-te apenas no silêncio das vozes e na calmaria do olhar
que combina os teus reflexos contraditórios.
Sei-te tão longe e perto de mim
que o breve toque da distância silencia
o dia de sol aberto e as noites de luas brancas.

Sinto a tua pele num arrepio de versos confusos...
Sei o caminho que afasta os trilhos de incerteza,
e sei também que por lá mora os teus anseios
carregado de nevoeiros sonhadores
com trovas desajeitadas de um romance clichê.

Sei-te longe e tão perto de mim, mas não estás ausente.
Resta em minha derme a tua essência que chama calada
num verso silente para que um dia, tu te sintas parte completa de mim...

2 comentários:

{ Rita Schultz } at: 5 de setembro de 2011 19:14 disse...

Quanta sensibilidade, Su! Tão bonito e poético! Um beijo!

{ Suzana Martins } at: 6 de setembro de 2011 12:22 disse...

Ain Du, que lindo!!!!!!
Obigada pelo carinho!!!

Beijos, Rtinha!!^^

 
Customizado por Dulce Miller

Copyright © 2010 Nostra Dolce Vita