Keblinger

Keblinger

Ao Mar – Amar

| terça-feira, 4 de janeiro de 2011

image

Escrevia com o coração. Respingava seus traços sangrentos no papel com paixão. Dilacerava palavras sem medo ou restrição. Rasgava sua emoção. (@monicacompoesia)

E as emoções, rasgadas no papel, dilaceravam o coração que pulsava constantemente um único desejo... (Suzana Martins)

o desejo de gritar ao mundo sua vontade de amar sem restrições, sem amarras, sem regras. Queria abraçar a vida em sua sede de voar... (Flávia Braun)

...de guardar no fundo do peito os mais insondáveis segredos... É preciso acreditar. Se deixar. O coração nele mesmo navegar. Simultaneamente barco e mar. Amar. (@monicacompoesia)

E sempre, com chuva ou sol, eu vou ao mar... eu vou amar... Amar, sem medo, mesmo que o coração rasgue em todos os pedaços, sigo na direção do mar... de amar... (Suzana Martins)

Ser barco, ser mar, transportar em si o amor.... ser luz e ser sol; ser flor e também a água que nutre. Ser VIVO. Sou vivo e vivo de amar...sou mar. (Flávia Braun)

O mar que acaricia a derme faz-se lava a alma e o coração que está rasgado de tanto amar... (Suzana Martins)

Que seja incondicional e infinito o oceano que brota de amor. (@monicacompoesia)

O amor que nutre a alma eleva o corpo e cura as dores... o mar que molha a face leva consigo as lágrimas... renova as forças, faz renascer... (Flávia Braun)

Me afogo sem medo das tormentas de amar. Me permito em oceano de amor naufragar. Maremoto que se começa a viver pelo olhar. Acordando nosso corpo faz sonhar. (@monicacompoesia)

Do sonho de amar acordo em teus braços, ondas do mar... que me levam ao som das ondas, na luz do luar. (Flávia Braun)

Mergulho nesse mar de ondas quentes que carrega para longe as ilusões de um amor escrito na areia. (Suzana Martins)

e o que um dia escreveste na areia, agora carregamos no coração....somos ondas que balançam juntas ao sabor da brisa de verão... (Flávia Braun)

Espelho a lua no oceano do meu amar, me aqueço em ondas com o olhar, me entrego, me deixo versar em doce espuma de salgado e poético lacrimar. Sorriso que no peito em silencio se deixa enluarar. Espaço, nuvem, céu estrela e mar. Sonhar. (@monicacompoesia)

O sonho que transporta ao mais belo acordar... em teu colo-nuvem deito e me fazes ninar... do mar de amor levamos as ondas de peixão e calor. Vamos voar para sempre nesse céu de estrelas e de esperanças. Somos eternas crianças... (Flávia Braun)

Anjos apenas, crianças asas que desconhecem do mundo a dor promovem moleques uma rebelião inocente e doce de amor. (@monicacompoesia)

Levamos nos olhos o brilho da mais verdadeira inocência, do amor que nada exige.... somos crianças-anjos a flutuar pelos mares-nuvens dos sonhos. (Flávia Braun)

Meus versos findaram. Acredito que eles foram para o mar... amar.... (Suzana Martins)

Que assim seja... versos e amor...ao mar. Pra sempre , AMAR... (Flávia Braun)

Corpos de asas sonhadas sempre nos conduzem a uma inocência poeticamente preservada. Sonhantes, somos versantes humildemente encantadas pelo exercício mágico das mais doces palavras. Que os versos sejam mar. (@monicacompoesia)

5 comentários:

{ Du } at: 5 de janeiro de 2011 09:09 disse...

LINDO!!!
Bem-vinda, Mônica! Tu não estás no nosso grupo de escrevinhadores no Facebook? Meninas, me iluminem, a Mônica tem que estar lá! Vou seguir no Twitter, adorei!

Beijos pra todas!

Sussu, belo trabalho, obrigada pela ajuda, anjinho!!!

{ Flávia Braun } at: 5 de janeiro de 2011 10:24 disse...

Sim, Du, esse texto ficou muito bonito!
E também sinto muita falta da Monica no escrivinhadores, é uma maravilhosa poetisa!!
Bom, como estão vendo, estou de volta!!
Beijos, poetas!

{ Du } at: 5 de janeiro de 2011 10:45 disse...

Tentando comentar pelo celular! Feliz demais com teu retorno Flavinha! Ah, já convidei a Mônica pro nosso grupo no FB, tomara que ela aceite! Beijos

{ Tatiana Kielberman } at: 6 de janeiro de 2011 17:19 disse...

Lindo, lindo, lindo demais!!

Sem palavras....

Mar e amor têm tudo a ver, sempre!

Beijoooos, queridas!

{ rita schultz } at: 7 de janeiro de 2011 14:22 disse...

Parece o Paraíso das Poetas!
Acho que é!
Beijos meninas!!

 
Customizado por Dulce Miller

Copyright © 2010 Nostra Dolce Vita