Keblinger

Keblinger

Saudade by @manuel_pintor

| terça-feira, 1 de março de 2011

Talvez saudade

Saudade é uma torrente
que nos envolve, sempre
ora fria ora quente
à flor da pele, corrente
tanto nos corre como nos prende
sentimento indefinido
tão nítido no desejo

Talvez a imaginação, no seu voo
nos traga a doce semente
que planta em nós a saudade
Talvez seja um querer
de ao sê-lo, já não se ter
quedar-se indo, ir ficando

Saudade que se renova
alma de bruços sobre o sonho
nos encaminha o passo
sempre nos amanhece
em cada dia mais adiante

Talvez seja saudade
o que queremos caminhar
Talvez…

Manuel Pintor - 2010-12-13
Imagem daqui 

5 comentários:

{ Manuel Pintor } at: 1 de março de 2011 00:51 disse...

Talvez em mim poesia...
De certeza em vós carinho...
e generosidade!
Sempre a minha gratidão!

Manuel Pintor

{ Vanilla } at: 1 de março de 2011 09:05 disse...

Talvez .

Mas, há um tempo para não sê-lo mais...
De onde fica a apagada lembrança do que poderia ter sido e não foi . perdeu o seu encanto . saudade se vai!

{ Paulo } at: 1 de março de 2011 19:41 disse...

Identificar e entender a saudade em todas as suas ramificações e em todas as formas em que ela se manifesta é um desafio para mim.
Tu analisastes bem

Abraço

{ Sandrio cândido. } at: 2 de março de 2011 20:54 disse...

Saudades, uma bela definição deste a ela.
beijos

{ Tatiana Kielberman } at: 5 de março de 2011 09:59 disse...

O que dizer?

Esse poeta arrebata nossos corações...

Beijos!

 
Customizado por Dulce Miller

Copyright © 2010 Nostra Dolce Vita