Keblinger

Keblinger

Lua no papel, saudade é fel...

| terça-feira, 19 de abril de 2011

As nuvens abraçaram a lua que insinuava enfeitar o céu... [Suzana Martins]

Inusitadas são as formas que encantam a menina dos olhos. [Simone Brichta]

Quem se enluará no papel? [Monicacompoesia]

No papel das cores vivas do arco-íris, a vida recria todas as cores, no céu do dia, meus amores... [Du]

Lua de formas diversas, no alvo papel dos olhos da menina.... as nuvens de algodão só embelezam mais a paisagem ! Enluaremo-nos , todos! [Flávia Braun]

A lua envergonhada não se importa, se ficamos atrás da porta ao admirá-la com devoção e papel nas mãos. Ela tráz inspiração. Os pensamentos voam longe, é tradição. [Du]

... e a saudade insinuando-se no tempo, queria abraçar de longe o amigo que partiu. [Rita Schultz ]

Amigos partem, amores se vão... vida percorre estrada adiante, com a lua a iluminar nossos caminhos. Nossos passos nunca são em vão... [Flávia Braun] 

Nossos passos nunca são em vão quando acompanhados pelo olhar materno do luar. A lua nos acompanha a cada passo, demonstrando sem cansaço, seu amor, em cada nova fase, acariciando um rosto menino quando seu brilho nos toca a face... [Vítor Isidro]

2 comentários:

{ Du } at: 19 de abril de 2011 22:19 disse...

Mais um poet'amigo que chega com poesia no mate! Sê bem-vindo, Vítor!

{ Suzana Martins } at: 19 de abril de 2011 22:26 disse...

A lua envolve e fere o papel com todas as suas belas palavras escritas em fases...

Beijos

 
Customizado por Dulce Miller

Copyright © 2010 Nostra Dolce Vita